29
- abril
2017
Comentários desativados em Nota de pesar – Professor John Robert Schmitz
Nota de pesar – Professor John Robert Schmitz

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento de John Robert Schmitz, professor titular de Linguística Aplicada do Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp. Segundo nota divulgada pela família e compartilhada por amigos/as nas redes socias, John Schmitz morreu no dia 27 de abril, aos 81 anos, após não resistir às lesões causadas por um atropelamento de moto. A nota informa ainda que:

O corpo será velado a partir das 18 horas desta sexta-feira, 28 de abril, no Cemitério Gethsêmani, na Praça da Ressurreição, nº 1, Morumbi, local onde será sepultado neste sábado, às 11h, após a celebração das exéquias, marcada para as 10h. A missa de sétimo dia será celebrada às 19h30 do dia 3 de maio na Paróquia São João Batista, à Avenida do Café, 688, no Jabaquara, São Paulo. (Fonte: https://www.facebook.com/search/str/John%2BSchmitz/keywords_top Acesso em 29/04/2017)

Graduado em Letras pelo Brooklyn College Of The City University Of New York (1957), com mestrado em Letras e Linguística pela Columbia University (1961) e doutorado em Letras e Linguística pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1975), os interesses de pesquisa de John Schmitz incluíam estrangeirismos, lexicografia, língua portuguesa, voz passiva e lexicologia.

Em sua profícua carreira, o professor-pesquisador publicou inúmeros artigos, capítulos de livros e textos em jornais e revistas. Em 1998 organizou com Almeida Filho o Glossário de Lingüística Aplicada: Inglês-Português/Português-Inglês. (Fonte: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787128D4 Acesso em 29/04/2017).

A ALAB expressa solidariedade aos familiares e amigos/as de John Schmitz. John nos deixa tragicamente, mas os (inter)diálogos com sua vasta obra continuarão incitando (des)aprendizagens e redesenhos nas áreas de estudos das linguagens.

Paula Tatianne Carréra Szundy

Presidente da ALAB, biênio 2016-2017

Em 29 de abril de 2017.