Manifesto em defesa do ensino de língua nos anos iniciais da EB

10/05/2021

Manifesto em defesa do ensino de língua nos anos iniciais da EB

Campinas, 22 de janeiro de 2021


O citado Manifesto segue anexo a esta solicitação e apresenta, de forma contextualizada e devidamente justificada, argumentos em defesa da Educação Linguística na infância e, portanto, em favor do direito da criança em relação à uma formação linguística de qualidade, que contemple o ensino-aprendizagem de línguas na Educação Infantil e Ensino Fundamental (I e II), no âmbito escolar público e privado.


Manifesto na íntegra

 

Cumpre ainda ressaltar que, ao longo de setembro e da primeira quinzena do  mês de outubro, do presente ano, o  Manifesto foi divulgado ao público via redes sociais:

https://sites.google.com/view/manifesto-consulta-pblica/apresenta%C3%A7%C3%A3o?authuser=0

Por meio dessa ação, foi possível coletar contribuições de muitos profissionais da área sobre o documento, ainda em desenvolvimento.

 

Em 17 de outubro de 2020, o Manifesto foi debatido publicamente em um encontro virtual realizado por meio da plataforma YouTube (https://www.youtube.com/watch?v=5gI1CEji8pk), o que viabilizou sua reorganização, com base nas discussões promovidas.  

 

Além disso, uma petição pública foi criada via Avaaz (http://bit.ly/manifestoLEC), a fim de buscar apoio frente à nossa luta pela institucionalização do ensino de línguas estrangeiras ao longo de toda a Educação Básica brasileira. A mencionada petição  esteve ativa entre 7/10/2020 e 15/01/2021. Contamos com 291 (duzentos e noventa e um) apoiadores (conforme listagem anexa).

 

Cláudia Hilsdorf Rocha (IEL/UNICAMP – E-Lang/CNPq)

Juliana Reichert Assunc¸a~o Tonelli (UEL – FELICE/CNPq)

Leandra Ines Seganfredo Santos (UNEMAT – GEPLIAS/CNPq)

Sandra Gattolin (UFSCar - E-Lang/CNPq)